10 curiosidades sobre Carlos villagrán o Quico

Quico é um menino mimado metido que sempre fazia inveja ao pobre Chaves, ele representa tudo o que não gostamos nas crianças, mas todas as suas caretas e sua falta de inteligência fazem dele um dos personagens mais engraçados e a atuação de Carlos villagrán é sem dúvida uma das melhores do seriado pois ele muda completamente quando está interpretando o personagem até mesmo fisicamente, nesse artigo você vai conferir algumas curiosidades sobre o ator Carlos villagrán o Quico.

10 curiosidades sobre Carlos villagrán o Quico


1. A infância 


A infância


Carlos villagrán nasceu no dia 12 de janeiro de 1944 ele teve uma infância pobre e seu maior sonho era ser jogador de futebol ou comediante talvez por isso seu famoso personagem Gostava Tanto daquela bola, villagrán começou sua carreira trabalhando como fotógrafo esportivo de um jornal mexicano ele chegou a cobrir os jogos olímpicos de 1968 e a Copa do Mundo de 1970 sediada no México, ainda nessa época ele começou a atuar e graças ao trabalho como fotógrafo ele foi fazendo contatos com as emissoras, ele atuou pela primeira vez em um programa na emissora Televisa onde fez pequenas participações esse problema tinha como protagonista rubén Aguirre.


2. Trajetória


Trajetória


Ele ficou conhecido no México inicialmente Por pirolo que era o nome do seu personagem um boneco ventriloco em uma peça onde ele atuava ao lado de rubén Aguirre Quem fazia o papel de seu dono. Rubens ficou encantado com atuação de Carlos e o indicou a Roberto Gomes Bolaños.





3. A carreira


A carreira


Aos 28 anos Carlos villagrán largou a fotografia e começou a atuar Como Quico no seriado Chaves, também atuou em Chapolin Colorado interpretando vários personagens sendo um dos mais conhecidos o bandido quase nada.


4. A fama


A fama


O nome completo do personagem Quico era Frederico métalas callando corcueira esse personagem teve um grande destaque no seriado que ganhou um grande número de fãs e Carlos passou a fazer diversos comerciais e gravou vários discos com o personagem.


5. O talento


O talento


Carlos villagrán tem um talento único de inflar as bochechas e falar ao mesmo tempo, ele começou a fazer isso ainda pequeno quando imitava o seu tio e usou essa técnica para compor seus personagens como o boneco pirolo e o Quico.





6. A disputa


A disputa


Villagrán e Roberto Gomes bolaños disputavam a popularidade de seus personagens e foram rivais também no amor, já que em meados de 1970 Carlos manteve um relacionamento com a atriz Florinda meza que anos depois viria a se tornar a esposa de Roberto, dizem que isso pode ter sido o início do conflito entre os dois.


7. A briga


A briga


No ano de 1978 Carlos villagrán deixou o elenco dos programas de Chespirito ele teria saído brigado com quase todos os atores do elenco, segundo Carlos o sucesso que estava obtendo com o Quico teria despertado inveja nos outros atores que então teriam tentado diminuir o personagem o que provocou sua saída, mas atores como rubén Aguirre Roberto bolaños e Edgar vivar Disseram que ele saiu por vontade própria Pois havia recebido uma proposta para fazer seu próprio programa onde iria ganhar mais, mas os desentendimentos vieram Quando o Carlos afirmou ser o criador do personagem Quico, ele pretendia ter um programa solo na televisa mas não aceitaria a supervisão de Roberto bolaños e nem iria incluir seu nome como criador do Quico nos créditos, isso gerou um conflito com Roberto e o presidente da televisa que não autorizaram villagrán fazer o programa e o ator acabou indo para a Venezuela.


8. Último episódio


Último episódio


Em 1978 foram rodados os últimos episódios em que o Quico aparece, o último episódio que Carlos vilagrán gravou como Quico foi “a Escolinha do Professor Girafales”, “a saga de Acapulco” gravado em 1977 só foi exibido em 1978 os episódios de Acapulco foram os últimos episódios exibidos no México com a presença do Quico com a canção Boa Noite Vizinhança tocada no último episódio de acapulco Quico se despediu da série.





9. Os direitos autorais do personagem


Os direitos autorais do personagem


Para poder continuar se apresentando como o personagem Quico Carlos registrou o nome do personagem com outra grafia Quico com a letra K como se fosse outro personagem pois os direitos autorais do Quico com a letra Q pertenciam a Roberto, os seus programas na Venezuela não fizeram muito sucesso por mais que o seu personagem tivesse um grande destaque no seriado Chaves sem os outros não seria a mesma coisa.


10. Quico se despede de Ramón valdés


Quico se despede de Ramón valdés


Essa foto teria sido tirada no momento exato em que Carlos villagrán recebeu a Triste notícia de que Ramón Valdés havia falecido, estas foram as reações de villagrán quando o jornalista Mendonça lhe deu a Triste, ele se estremeceu e olhou fixamente no retrato e começou a chorar desconsoladamente colocou suas bochechas em meu ombro e sussurrou “Mendonça eu perdi um irmão de alma meu confidente com toda a sua dimensão humana obrigado por ter o valor de me avisar” enquanto isso uma multidão de crianças ansiosamente clamarão Quico Quico exigindo a sua presença, então com seus vastos olhos lacrimejantes subiu no palco cruzou suas mãos olhando para o céu e de Joelhos ele chama o público a ficar em um minuto de silêncio para o eterno repouso do Seu Madruga. Sabe o que Carlos villagrán e a Maria Antonieta tem em comum em relação à Roberto bolaños os dois disseram se arrepender de não ter feito as pazes com ele, Somente depois da morte de Bolaños que Carlos voltou a ver pessoalmente a atriz Florinda meza depois de 35 anos de relações cortadas ele pôde abraçá-la como forma de confortá-la pela perda. Talvez aí tenha ficado uma lição que devemos perdoar hoje não deixar para amanhã pois amanhã poderá ser tarde e o futuro não nos pertence. 


Não esqueça de se inscrever no Feed do blog Caso seja novo por aqui, um grande abraço e até mais!!

Nenhum comentário :

Postar um comentário



Topo